Número total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de maio de 2013

CHAMUSCA, UM CORAÇÃO DO RIBATEJO


O blogue “Corações da Chamusca” foi criado com a intenção, clara, de homenagear pessoas da Vila e do Concelho da Chamusca que, no meu entender, pela sua dimensão cultural, social e humana, mereciam ser referenciadas como exemplos de vida.
Divulgar estas Personalidades através da internet pareceu-me ser a melhor forma de os valorizar e eternizar e, simultaneamente, divulgar as suas qualidades e atitudes, de modo a que pudessem ser vistas, apreciadas e aproveitadas para nos cultivarmos, compreendermos melhor e ser possível tornarmo-nos pessoas mais Activas, Dignas e Humanas.
Não ignorava que as novas tecnologias da comunicação, nomeadamente as redes como o facebook, são uma malha extensa que cobre um mar imenso de gente. Sei igualmente que é enorme a dispersão de chamusquenses e de portugueses pelo mundo. Contudo, a verdade é que jamais pensei que um blogue de pendor local viesse a alcançar a projecção que hoje tem.
Desde o dia 23 de Fevereiro de 2013, data em que publiquei a entrevista com o meu saudoso e querido Amigo Vítor Cegonho que o Mundo nos visita com muita assiduidade, atenção e interesse. O blogue tem visitantes de todos os Continentes, de dezenas de países, com comentários e opiniões devidamente expressas.
Por essa razão parece-me importante apresentar a Terra onde eu próprio e os entrevistados nascemos, para melhor nos situarmos no coração do Mundo.

&&&&&

CHAMUSCA, UM CORAÇÃO DO RIBATEJO

A Chamusca situa-se no Distrito de Santarém, na Província do Ribatejo, em Portugal.
Foi elevada a Vila, conjuntamente com Ulme, em 18 de Fevereiro de 1561, por Alvará da Rainha D. Catarina, Regente devido à menoridade de D. Sebastião.
Com cerca de 3.300 habitantes é freguesia e sede de um concelho com a área de 745,77Km2, e 10.120 habitantes, que se subdivide em 7 freguesias:

            Carregueira
            Chamusca
            Chouto
            Parreira
            Pinheiro Grande
            Ulme
            Vale de Cavalos

É uma localidade onde subsiste, sobretudo, a exploração agrícola e florestal, aproveitando as vastas, férteis e ricas terras da Lezíria e o arvoredo da Charneca.
A sua arquitectura de traça simples e tons brancos, conjuga-se harmoniosamente com a paisagem, que pode ser admirada em todo o seu esplendor dos Miradouros do Senhor do Bonfim e da Senhora do Pranto.



Uma das paisagens que se pode abranger do Miradouro do Senhor do Bonfim



Um olhar parcial da Vila alcançada desde o Miradouro da Senhora da Pranto

A beleza do seu Património alicerçado em várias igrejas e ermidas, no Edifício do Clube Agrícola, na Praça de Touros, no Coreto e no Mirante, convidam a um passeio pedestre aliciante, de passagem obrigatória pelo Jardim do Parque Municipal e pelo Jardim da República ou do Coreto.
E se a caminhada o deixou cansado e transpirado, sempre pode descansar sob a sombra dos salgueiros ou refrescar-se no leito do Rio Tejo na Praia Fluvial do "Porto das Mulheres". 




Ermida da Senhora do Pranto


O Mirante


Igreja da Misericórdia



              Igreja Matriz


Clube Agrícola


O Coreto


Jardim da República


Parque Municipal


Praia Fluvial do "Porto das Mulheres"

As tradições centenares da Chamusca expressam-se na “Procissão dos Fogaréus”, que ocorre na noite de todas as sextas-feiras de Páscoa e na “Semana da Ascensão”, que tem o seu maior momento de emoção e de gáudio na largada dos touros, que ladeados pelos campinos desfilam pela Rua Direita de S. Pedro, na Quinta-feira de Ascensão, feriado municipal.





"Procissão dos Fogaréus" - Um olhar fotográfico do Chamusquense Victor Gago.



        Culturalmente a Chamusca sempre foi uma referência de poetas: Maria Marques de Carvalho, Carlos Amaro, Álvaro Amaral Netto, Armando Imaginário, Maria Manuel Cid e mais recentemente André Fernandes.


Maria Manuel Cid


André Fernandes

No teatro ou na Revista, as plateias tiveram sempre os olhos cheios de emoção e as mãos rendidas de palmas, aos encenadores, como João José Samouco da Fonseca, e aos actores que desafiaram o silêncio com a representação das palavras: Victor Hugo, Maria Emília Vacas, Fernando Ferreira, Joaquim Caracol, Francisco Monteiro, Manuel José Aranha, António José Mendes, Filomena Santos, Manuel da Silva Santos, Jorge Silva.



Victor Hugo


Filomena Santos

A Companhia de Teatro do Ribatejo, encenada por João Coutinho, e o Grupo de Teatro do Grupo Dramático Musical, representado pelo actor e encenador Carlos Petisca, abrem cenários de luz onde brilham jovens como Francisco Matias e Pedro Caldeira.




Francisco Matias


Pedro Caldeira

Na música,  a Chamusca foi sempre uma melodia afinada de sons e de vozes. Dedilhando o virtuosismo, Mestres Julião Marques e António Arrenega abriram o prelúdio que Luís Petisca, Bruno Mira, Tiago Silva, Pedro Pinhal, Mário Estorninho, Paulo Leitão, continuam a fazer vibrar nas cordas acesas de emoção das violas e das guitarras em comunhão com a alma do Fado, cantado por Manuel João Ferreira, João Chora, Rui Tanoeiro.



Paulo Leitão, Luís Petisca, João Chora e Tiago Silva


Rui Tanoeiro cantando "Fado Forcado" com letra de sua autoria, acompanhado na guitarra portuguesa por Bruno Mira, na viola de fado por Pedro Pinhal e no contrabaixo por Rui Santos.

         E ainda adornando a melodia, Vítor Moedas e João de Sá envergam o acordeão e abotoando música fecham o colchete musical que veste a voz elegante de Silvina de Sá.




João de Sá, Vítor Moedas e Silvina de Sá



Vítor Moedas, um dos melhores acordeonistas de Potugal.

No desporto a União Desportiva de Chamusca e o Chamusca Basket Clube, uma das melhores escolas de formação de basquetebol a nível nacional, asseguram a ética e a prática desportiva salutares.



Equipa de Sub-14 do Chamusca Basket Clube



Uma das Equipas do União Desportiva da Chamusca

A Chamusca é também Terra de aficionados, de touros e touradas. Na arena evoluem o Grupo de Forcados Amadores da Chamusca e o Grupo de Forcados do Aposento da Chamusca, que pegam a coragem pelos cornos com a jaqueta debruada de sangue.





Praça de Touros



Grupo de Forcados do Aposento da Chamusca




Francisco Montoya, do Grupo do Aposento da Chamusca, pega toiro no Campo Pequeno.


Grupo de Forcados Amadores da Chamusca



Nuno Marques, cabo do Grupo de Forcados Amadores da Chamusca, pega toiro no Campo Pequeno.

Paralelamente às actividades taurinas, a criação de cavalos tem-se vindo a implementar cada vez mais.


A Chamusca possui também uma Biblioteca que é um espaço novo e dinâmico, com uma oferta cultural permanente, através da realização de inúmeros eventos durante todo o ano.


A organização de várias caminhadas ao longo do ano, conjugando bem-estar físico, cultura e desporto, tem movimentado centenas de pessoas, para quem estas actividades são o caminho ligeiro para o relacionamento social.


"Caminhada com Fados" - Noite de 13/07/2013 - O Fadista Manuel João Ferreira cantando na Senhora do Pranto.

Os que vivem (n)este Concelho são também um movimento permanente de criatividade e de expressão sócio-cultural. O Espectáculo "Portugal Enamorado",  que nasceu no seio da Banda de Instrução e Recreio Carregueirense "Victória", deu-nos a dimensão dessa dinâmica e qualidade.



Banda Instrução e Recreio Carregueirense "Victória", acompanhando Manuel João Ferreira, José Carlos Matias e Liliana Redol.



Banda Instrução e Recreio Carregueirense "Victória" e o seu músico Bruno Pascoal tocando Bombardino, um instrumento que encantou a noite.


Banda Instrução e Recreio Carregueirense "Victória", acompanhando Manuel João Ferreira, José Carlos Matias e Liliana Redol, noutro tema do espectáculo..

E, no início ou no final desta visita, à saída ou à entrada, bela como a memória do passado que nos atravessou para o presente, a Ponte, a abraçar com ternura o Rio Tejo e a desaguar a Chamusca no leito da vida.



UMA VISÃO NOCTURNA DA CHAMUSCA

Neste trabalho de apresentação da Chamusca, podemos ainda admirá-la através do olhar nocturno do excelente fotógrafo chamuquense Victor Gago, que vai ter uma foto em destaque na edição de Agosto da Prestigiada Revista "National Geographic". Magnífico! Parabéns!


A Esplendorosa foto que vai ser publicada na Revista "National Geographic".










Agradecimentos:
João José Bento; Rui Tanoeiro; Luís Melrinho, Victor Gago, Raul Caldeira e ao anónimo que postou o vídeo da largada de touros no Youtube.

Comentários:


Maria Antonia Varela
Maria Antonia escreveu: "Gostei e vou partilhar."


  • Victor Moedas LINDA CHAMUSCA que ficas na margem esquerda do tejo tu és a VILA 
    mais linda no CORAÇÂO do RIBATEJO


    rosa-branca deixou um novo comentário na sua mensagem "CHAMUSCA, UM CORAÇÃO DO RIBATEJO": 

    Olá amigo Carlos, nada me poderia dar mais prazer do que rever
     a minha Chamusca.Estão aí todos os locais onde brinquei em criança. 
    Chamusca um doce encanto de lés a lés. Bela postagem e o meu muito
     obrigado pela partilha. Beijos com carinho.

    • Rosa Marujoadoroooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo



      • ****** È assim mas é minha !!!!! mas eu a amo     


    • Julio Hipolito comentou uma ligação que partilhaste.
      Julio escreveu: "noite fantastica de grande espectáculo para recordar ! parabéns aos autores 
      e aos intérpretes !!!!" (Opinião sobre o espectáculo "Portugal Enamorado")

    • Inacio Marta Salgado A Chamusca a "exportar " cultura e animação
       para a nossa vizinha Golegã ....... aquece o coração ...... (Opinião sobre
      o espectáculo "Portugal Enamorado").
      Anónimo deixou um novo comentário na sua mensagem "CHAMUSCA, UMCORAÇÃO DO RIBATEJO": linda a chamusca 















2 comentários:

  1. Olá amigo Carlos, nada me poderia dar mais prazer do que rever a minha Chamusca. Estão aí todos os locais onde brinquei em criança. Chamusca um doce encanto de lés a lés. Bela postagem e o meu muito obrigado pela partilha. Beijos com carinho

    ResponderEliminar